70% do plantio de soja no Maranhão já foi concluído

Cerca de 70% do plantio de soja da safra 2011/2012 já foi realizado por produtores de 11 municípios, que concentram cerca de 94% da produção total de soja no estado. A previsão é de que o plantio, numa área de cerca 535 mil hectares, seja concluído no dia 15 de dezembro. Os dados foram levantados pela Secretaria Estadual de Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima).
Os municípios produtores de soja na Região Sul do Maranhão são Alto Parnaíba, Tasso Fragoso, Balsas, Riachão, Carolina, Fortaleza dos Nogueiras, São Raimundo das Mangabeiras, Loreto, Sambaíba, São Domingos do Azeitão e Pastos Bons.

Como no Maranhão o início das chuvas é diferente nas suas diversas regiões, em Grajaú e Barra do Corda, municípios localizados no centro maranhense, apenas 5% da área foi plantada. Já a Região do Baixo Parnaíba, que prevê uma área de produção de 50 mil hectares, deve iniciar o plantio a partir do dia 10 de janeiro de 2012.

Este ano, o Maranhão registrou uma safra recorde de soja, com 1.570.923 toneladas do grão. “Foram colhidos 3,2 milhões de toneladas dos principais produtos agrícolas do Maranhão, que são arroz, milho, feijão, algodão e soja”, informou o secretário de Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima), Cláudio Azevedo. “A safra maranhense de 2010/2011 teve crescimento percentual de 22,31%, comparado a safra 2009/2010, quando foram colhidas 2,4 milhões de toneladas” ressaltou o secretário estadual.

Crescimento
De acordo com o Grupo de Coordenação e Estatísticas do IBGE, o algodão foi a cultura que registrou o maior índice de aumento da produção com relação à safra do ano passado, com 43,29%, com uma colheita de 61.412 toneladas, o que representa um aumento de 28,59% na área plantada.

O aumento da produção de soja foi de 18,83%, a de milho 20%, chegando a 639.884 toneladas colhidas e a de arroz, 19,98%, batendo a marca das 707.846 toneladas.
Cláudio Azevedo avalia que o aumento da produção é uma resposta do produtor aos estímulos do mercado agrícola e do Governo do Estado. “Nossos produtores rurais maranhenses estão investindo continuamente em pesquisa para melhoramento de sementes e na inserção de tecnologias, o que reflete diretamente no aumento da produtividade”, avaliou o secretário da Sagrima.

O produtor de grãos em Balsas, Idone Luiz Grolli, afirmou que, em relação aos preços praticados no mercado, a saca de soja – que pesa 60 quilos – foi vendida, há cerca de 60 dias, por U$ 60, porém, o valor atual é de U$ 19.

“Nossa expectativa é de garantir preços melhores no próximo ano e um dos fatores para que isto ocorra é o fenômeno La Niña, que pode provocar seca em estados como Santa Catarina e Paraná, além de outros países da América do Sul, como é o caso do Uruguai e da Argentina”, disse Idone Grolli.

Agrotóxicos apreendidos

Fiscais da Agência de Defesa Agropecuária do Maranhão (Aged) apreenderam esta semana mais de 300 litros de agrotóxicos fracionados no município de São Pedro da Água Branca. Os produtos eram comercializados em garrafas pet de 2 litros, por preço que variava entre R$ 12,00 e R$ 14,00, em dois estabelecimentos: um no povoado Cabeça Gorda e o outro na sede do município de São Pedro da Água Branca. Após efetuada a apreensão, os dois proprietários das lojas que comercializavam os produtos foram autuados pelos fiscais agropecuários e poderão responder a processo administrativo da Aged e pagamento de multa de até R$ 18 mil.

 

http://www.oimparcial.com.br

Participe! deixa sua resposta.

Nome:

E-amail (Não será publicado):

Website:

Todos os direitos reservados para Rádio Boa Notícia - 2012